Empate dramático e goleada impiedosa marcam a abertura da 1º Copa de Boleiros no clube do Ferro Velho.

Reportagem: Thiago Martins. Publicado em: 19/11/2021.
Palavras chave: , , , .

Aconteceu no último domingo (14) a abertura da 1º Copa de Boleiros do Clube do Ferro Velho. Dois super jogos agitaram a galera que estava presente no Clube do Ferro Velho. No primeiro jogo o time do Clube do Ferro Velho enfrentou o Fundo de Quintal. A partida terminou empata por 1×1, os gols foram feitos por João Pedro para o Fundo de Quintal e Marcos Golveia para o Ferro Velho. O trio de arbitragem foi comandado pelo o árbitro Hudson Frankley, teve como o assistente número 1 Orlando da Paixão e o assistente número 2 Raimundo Maranhão.

Jogo de Abertura da 1º Copa de Boleiros no Clube do Ferro Velho | Fotografia: Thiago Martins.

Os dois times entraram em campo debaixo de muita chuva, o gramado do clube estava bastante encharcado, mas isso não atrapalhou que a bola rolasse para o espetáculo. O jogo foi bastante movimentado, as duas esquipes demostraram nervosismo na estreia. O Fundo de Quintal abriu o placar em uma falha de marcação da equipe adversária, com o erro João Pedro recebeu a bola livre na cara do gol, na saída do goleiro Vágner ele abriu o placar. A primeira etapa terminou com a vitória parcial do Fundo de Quintal. No segundo tempo o jogo ficou aberto para ambos os lados, qualquer equipe poderia fazer o gol. Já no final da partida, houve muita dramaticidade, pois já era quase certa a vitória do time de João Pedro. O adversário tentava o empate desesperadamente, já nos acréscimos em jogada do ataque do Ferro Velho a bola tocou na mão do jogador Bruno Borrego, o arbitro Hudson frankley bem posicionado, não teve dúvidas e marcou a penalidade máxima para o Ferro Velho. Marcos Golveia bateu muito bem e decretou o empate.

Time do Fundo de Quintal | Fotografia: Thiago Martins.
Time do Ferro Velho | Fotografia: Thiago Martins.

Esse torneio é disputado em formato de mata-mata, com jogos de ida e volta, as duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo, 21 de novembro, para decidirem qual time vai passar para as semifinais.

Ficha Técnica

Arbitragem: Hudson Frankley, Orlando da Paixão, Raimundo Maranhão.

Gols: João Pedro ( Fundo de Quintal), Marcos Golveia (Ferro Velho).

Cartões: Bruno Borrego e Daniel (Fundo de Quintal).

Ferro Velho: Vágner, Thallysson, Renan, Naldinho, Glauber, Brenner, Ednaldo, Marcos Golveia, Maik, Romário e Rodrigo.

Técnico: Charles Brown .

Fundo de Quintal: Cleiton, Daniel, Marcus Vinícius, Wildemar, Ricardo, Ernando, Jean, Bruno Borrego, João Pedro, Santana e Igor.

Técnico : Joabe Gabriel.

Segundo jogo

Já no jogo de fundo a chuva deu uma trégua, e os torcedores puderam assistir de perto uma grande goleada. A equipe do BOCA JÚNIOR de Mato Verde derrotou o time do RIACHO NOVO pelo o placar de 5×1. O gols da partida foram feitos por Edgar (2), Zé Lucas (2), Dudu (contra),para o Boca. O Riacho Novo descontou com um gol de pênalti marcado pelo jogador Bentinho. O apito ficou por conta de Jean Franco (Bolão), com a assistente número 1, Elaine Fátima e o seu companheiro Orlando da Paixão como assistente número 2.

Time do Boca Júnior de Mato Verde | Fotografia: Thiago Martins.
Time do Riacho Novo | Fotografia: Thiago Martins.

A partida começou muito agitada, o Boca Júnior foi para cima do adversário e logo abriu o placar em bela cabeçada do atacante Edgar, pouco tempo depois  em jogada trabalhada pelo o time, Edgar de novo de cabeça fez o 2 a 0. O time de Riacho tentava diminuir o placar em jogadas de contra-ataque, mas no fim do primeiro tempo, após uma cobrança de escanteio a bola sobrou para o atacante Zé Lucas que de perna direita bateu firme no canto do goleiro Cássio, fazendo o 3 a 0 no placar. Na segunda etapa o Riacho Novo voltou disposto a diminuir o placar, em uma jogada de  infelicidade da defesa do Boca, o zagueiro tocou com a mão na bola, Jean Franco apitou a penalidade máxima. Bentinho bateu e diminuiu o placar dando um novo ânimo para os seus companheiros em campo. Essa reação durou pouco, pois em um ataque do time de Mato Verde, a defesa do Riacho na tentativa de afastar o perigo, acabou colocando a bola em suas próprias redes.

Com o placar mostrando 4 a 1 a seu favor, o time do treinador Tancredo administrava o resultado esperando o apito final. Mas uma nova falha de marcação da defesa do Riacho Novo, o atacante Zé Lucas entrou livre na área e tocou por cobertura na saída do goleiro Cássio, fazendo um golaço e sacramentando a goleada.

Jogo entre Boca Júnior e Riacho Novo | Fotografia: Thiago Martins.

As duas equipes voltam a se enfrentarem no jogo de volta neste domingo (21), no qual o time do Boca pode ser derrotado por 3 gols de diferença que mesmo assim se classificará para as semifinais.

Ficha Técnica

Arbitragem: Jean franco, Elaine Fátima, Orlando da Paixão.

Gols: Edgar (2), Zé Lucas (2), Dudu (contra) para o Boca Júnior. Bentinho para o Riacho Novo.

Cartões: Bentinho e Cléber ( Riacho Novo).

Boca Júnior: Papoula, Alisson, Welington, Luan, Enílson, João Marcos, Jefersson, Zé Lucas, Faylon, Alan e Matheus Amaral.

Técnico: Tancredo.

Riacho Novo: Cássio, Railson, Rolinha, Dudu, Walisson, José Mário, Leonardo, Igor, Jeliston, Cléber e Bentinho.

Técnico: Leôncio.

Próxima rodada:

Neste sábado (20), teremos mais dois jogos de ida . Na primeira partida o time do RESENHA FC enfrenta o CROMUS CAEC. No jogo de fundo o VILA NOVA vai duelar com o FURADO DO PEIXE. A bola rola a partir das 15:30 horas. Você acompanha todos os lances e as emoções com uma super transmissão local.

Empate dramático e goleada impiedosa marcam a abertura da 1º Copa de Boleiros no clube do Ferro Velho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo