Entidades públicas da comarca de Porteirinha se unem em campanha de combate à fome.

Liberdade FM - Ação de recolhimento de cestas basicas em Porteirinha - 04
Representantes do poder público se uniram para prestar assistência à população vulnerável da comarca (Foto: Geomárcio Silva)

Entidades públicas  da Comarca de Porteirinha, se uniram em uma parceria para a realização de uma campanha voluntária de arrecadação e distribuição de alimentos, estão envolvidos na ação, o Fórum, o Ministério Público local, as Polícias Civil e Militar, o Departamento Estadual de Administração Penitenciária e diversas outras instituições da sociedade civil organizada. O objetivo é levar alimentos a famílias carentes em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar grave e aos mais atingidos pelos impactos da pandemia da Covid-19. A campanha soma se também a outras iniciativas de combate a fome na região norte de minas durante o período de pandemia.

O juiz de direito da comarca, Rodrigo Fernando Di Gioia Colosimo destaca a importância da realização desta campanha. “O Fórum de Porteirinha, as demais entidades públicas estaduais e a população abraçaram a campanha de forma surpreendente. Essa forte parceria entre os servidores públicos, empresários, influenciadores digitais e a comunidade tem resultado em um grande número de doações de cestas. Muitas famílias foram fortemente impactadas com o desemprego e a extrema pobreza nas cidades que integram a comarca. Portanto, nosso objetivo é unir forças e sensibilizar o maior número de pessoas possível para ajudar essa população tão necessitada do básico para sobreviver”.

Além da arrecadação e da distribuição de cestas básicas, também foram distribuídas máscaras para prevenção da disseminação do Covid-19. A campanha que teve início no ultimo dia 19 de março, arrecadou mais 1.400 cestas básicas, girando em torno de 22 toneladas de alimentos, movimentando e aquecendo o comércio local, um recorde, que ao mesmo tempo demonstra que a sociedade acreditou na credibilidade, seriedade e lisura das instituições envolvidas na execução do projeto.

A comarca está a quase 600km da capital mineira, e reúne cidades com média de índice de desenvolvimento humano (IDH) baixo, em torno de 0,624. A maior parte da população economicamente ativa trabalha no ramo agropecuário e de extrativismo sustentável. A renda per capita mensal de 49% dos habitantes é de meio salário mínimo.

Além de Porteirinha, os municípios de Riacho dos Machados, Pai Pedro, Serranópolis de Minas e Catuti, e os distritos de Barreiro Branco, Gorutuba, Mocambinho, Mulungu de Minas, Paciência, Serra Branca de Minas e Tocandira, integram a comarca e também foram contempladas com as doações.

Liberdade FM - Ação de recolhimento de cestas básicas em Porteirinha - 01
Logística foi traçada e executada pela PMMG (Foto: Geomárcio Silva)

O comerciante, Flávio Miranda Borges, comemora a iniciativa dos Poderes Públicos da cidade. “Essa ação humanitária é um dos assuntos mais comentados em todos os locais da cidade. É um ato muito representativo e é um exemplo de preservação do amor pelas pessoas”. Eu, como comerciante há mais de 10 anos aqui em Porteirinha, considero importante que as autoridades  nessa esfera da justiça estejam envolvidas em uma questão tão necessária nesse momento”, disse.

A mesma linha de pensamento é seguida pelo mecânico Odalir Costa que considera o movimento de ajuda como um resgate do sentimento de solidariedade entre as pessoas. “Muitas ações ficam no anonimato, sem que a maioria das pessoas saibam o que está acontecendo. Essa ação solidária abriu oportunidade para todos ajudarem. Fiquei muito emocionado ao ver a quantidade de doações, o que me dá força para outras iniciativas como esta”, afirmou.

A operação de distribuição das cestas básicas começou no Domingo de Páscoa (04/04) e contou com a ajuda de voluntários dos órgãos públicos envolvidos, de colaboradores e voluntários, foram alocadas na operação 12 viaturas, cinco carros particulares e um caminhão para a realização do transporte para regiões carentes.

Toda a logística de entrega foi planejada pela Polícia Militar. Diante da grande quantidade de cestas arrecadadas e da complexidade da distribuição, a operação foi coordenada pelo capitão da PM Guilherme Rodrigues Santos, que mobilizou os militares de todos os destacamentos da região.

Reportagem: Rádio Liberdade FM de Porteirinha com informações do Tribunal de Justiça de Minas Gerais e Polícia Militar.

Entidades públicas da comarca de Porteirinha se unem em campanha de combate à fome.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo